A busca pela felicidade

por Srila Bhaktivedanta Narayana Maharaja

Srila Bhaktivedanta Narayana Maharaja
Srila Bhaktivedanta Narayana Maharaja

AMOR PURO E AFEIÇÃO – A MENSAGEM ORIGINAL

Estou muito feliz por estar viajando e pregando nos países ocidentais, mas eu não estou distribuindo algo novo. Estou apenas seguindo Srila Bhaktivedanta Swami Maharaja e distribuindo a mesma coisa que ele distribuiu aqui no Ocidente. Swami Maharaja é meu grande amigo e guru instrutor. Ele também não veio a este mundo distribuir algo que fosse novo; na verdade, ele apenas deu aquilo que recebeu de seu Gurudeva e de todos os mestres da nossa sucessão discipular, que remonta a Sri Chaitanya Mahaprabhu.

Sri Chaitanya Mahaprabhu é  a Suprema Personalidade de Deus, o próprio Sri Krishna. No entanto, Ele veio na forma de Seu próprio devoto para nos ensinar o processo de serviço devocional transcendental, através do qual podemos desenvolver amor puro e afeição por Ele.

NÃO É POSSÍVEL ENCONTRAR FELICIDADE NESTE MUNDO

Sri Chaitanya Mahaprabhu e todos os mestres de Sua linha desejam que sejamos felizes. Todo mundo deseja ser feliz, mas geralmente encontramos uma quantidade diminuta de felicidade e afeição neste mundo, e ainda assim, misturada a dores e sofrimento.

Por que ainda nos sentimos infelizes mesmo tendo tantas posses? Devemos considerar isso. Napoleão não era um mendigo, assim como o presidente Kennedy também não era. A princesa Diana também não; ela não era feia, tola ou ignorante. Pelo contrário, tinha nome, fama, beleza e tudo o que alguém poderia desejar, além de ser casada com o príncipe Charles, mas mesmo assim, não se sentia feliz. Por que mesmo as pessoas que parecem ter tudo, como riqueza e opulência, ainda são infelizes? Devemos pensar seriamente sobre isso. Se não pensarmos, não seremos diferentes dos animais. Vocês já devem ter ouvido falar sobre Mussolini. Seu poder político o tornou muito importante, e Hitler era maior ainda, mas eles não eram felizes.

Sri Chaitanya Mahaprabhu e Nityananda Prabhu
Sri Chaitanya Mahaprabhu e Nityananda Prabhu

Devemos refletir sobre a maneira que estamos vivendo atualmente, e mirar o futuro, nos perguntando: “Estarei feliz futuramente se continuar fazendo o que estou fazendo neste momento, e seguindo o processo que estou seguindo agora?” Se nos fizermos esta pergunta, veremos que estamos indo na mesma direção que essas outras pessoas já tomaram anteriormente. Todas eram muito infelizes, e se seguirmos essa mesma direção, assim também ficaremos.

Há muitas pessoas bastante ricas — por exemplo, presidentes e primeiros-ministros — que são infelizes, mesmo em meio a tanta opulência e facilidades para diversão. Um dia, elas também irão envelhecer e morrer, e perderão tudo o que  possuem neste mundo.

Hoje somos muito avançados materialmente, desde a culinária até a medicina. Produzimos muitas invenções maravilhosas, especialmente nas áreas de comunicação, transportes e medicina. Se um membro ou um órgão estiver danificado, nós podemos transplantar de uma pessoa para outra. As córneas de um homem morto podem ser removidas e transplantadas em uma pessoa com deficiência visual para que ela possa voltar a enxergar. Os cirurgiões podem até mesmo substituir um coração defeituoso por um novo. No entanto, ainda assim envelhecemos e morremos.

Srila Bhaktivedanta Swami Maharaja
Srila Bhaktivedanta Swami Maharaja

Embora a América esteja na vanguarda do avanço da ciência material, os americanos estão felizes? Se estão, porque brigam uns com os outros? Por que muitos deles cometem suicídio? Devemos perceber que o avanço material não é capaz de torná-los felizes.

A VELHICE NOS FORÇARÁ A NOS CASARMOS COM ELA

Não queremos envelhecer, não queremos ficar grisalhos. Não queremos que a nossa visão se deteriore; e certamente não queremos deixar de enxergar. Desejamos permanecer eternamente jovens e bonitos, mas após algum tempo, somos obrigados a envelhecer.

Geralmente, os homens não querem se casar com mulheres mais velhas e não mais bonitas. A velhice é feia, e quem deseja se casar com alguém feio?

Ninguém deseja se casar com a velhice, mas ela nos força a nos casarmos com ela, querendo ou não. A velhice leva nossos dentes, e passamos a usar próteses dentárias. Podemos utilizar artifícios para esconder nossos fios brancos e tornar nossos dentes bonitos. Mas no final, teremos tantas rugas quanto qualquer outra pessoa idosa.

Teremos que nos casar com a velhice e envelhecer. Talvez, percamos até mesmo a nossa capacidade de andar. Por fim, muitas pessoas virão e o ajudarão a ir até o seu último local de descanso corpóreo: o cemitério ou o crematório. Na Índia, milhares de pessoas levam o cadáver até o crematório, e lá permanece até virar cinzas. Outras, enterram os corpos e, neste caso, vermes e insetos consomem parte do corpo, e o resto apodrece. Se o seu corpo não for cremado ou enterrado, lobos, chacais e porcos irão guerrear sobre ele: “Este pedaço é meu. Por que você o pegou?” Então, o corpo se tornará excrementos. Em última análise, o corpo está vinculado a apodrecer, ou tornar-se cinzas ou excrementos. Essa é a verdade sobre o corpo, é a isso que somos tão apegados. O corpo irá morrer e desaparecer para sempre, mas nós não gostamos de pensar que iremos morrer e desaparecer para sempre.

AQUI SOMOS APENAS REFUGIADOS

Na verdade, devemos analisar se somos esse corpo ou a alma que está dentro dele. Esta é uma verdade fundamental, que diferencia o mundo do nosso verdadeiro eu, que é a alma e esse corpo. Após termos consciência disso,  precisamos nos desvencilhar do corpo e dos desejos mundanos e luxuriosos. Devemos também perguntar qual a origem da nossa alma.

Somos parte e parcela de Deus, da Suprema Personalidade de Deus. Este mundo material não é nossa pátria; é um local para refugiados. Nós viemos a este mundo como refugiados, e um dia precisaremos desistir dele. Então, para onde iremos?

Sri Sri Radha Krishna
Sri Sri Radha Krishna

PRECISAMOS DE AFETO E AMOR PURO

Os cientistas modernos descobriram armas nucleares, e seguem trabalhando em suas pesquisas. Eles desejam descobrir armas de destruição poderosas o suficiente para acabar rapidamente com o mundo. Mas isso não é progresso e avanço. Onde está o amor e afeição entre o marido e a esposa? Onde está o amor e afeição entre o pai e o filho? Onde está o amor entre um país e outro? Por que precisamos de sistemas difíceis e complicados como passaportes e vistos? Por que?

Muitas vezes viajo entre a Índia e outros países ao redor do mundo. Meu único negócio é ensinar as pessoas sobre a consciência de Krishna, mas os funcionários tornam isso tão difícil. Por que? As invenções e o avanço da ciência material está aproximando diferentes partes do mundo. Mas infelizmente, também estão criando muitos problemas. O principal deles é que o amor e a afeição estão desaparecendo do coração de todos. E por isso estão todos infelizes. É por isso que brigam entre si e querem controlar uns aos outros.

É nítido que as pessoas não estão felizes na vida conjugal, e nem mesmo nos outros relacionamentos. Se o padrão de felicidade é tão avançado, por que trocam de esposas três, quatro, doze e até mesmo vinte vezes, assim como cães?

Por que? Todos desejam paz e felicidade, mas não acredito que o avanço da ciência material seja realmente capaz de deixar alguém feliz. A felicidade precisa genuinamente de amor. Não seremos capazes de encontrar a felicidade sem prema, ou amor e afeição. Esta é a nossa real necessidade: felicidade e amor. Desejamos felicidade, amor puro e afeição, mas não conseguimos encontrá-los. No entanto, eles existem. Tentamos encontrar a felicidade desenvolvendo amor impuro e afeição por personalidades imperfeitas. A literatura védica nos diz que só podemos ser felizes através do desenvolvimento do amor puro e afeição pela personalidade suprema pura, a Suprema Personalidade de Deus.

Sri Sri Radha Krishna
Sri Sri Radha Krishna

Ao longo do Vedas e dos Upanisads lemos que somos partes e parcelas da Suprema Personalidade de Deus, Krishna. Nossa natureza constitucional é servir a Suprema Personalidade de Deus com amor e afeição. Infelizmente, nos esquecemos disso, e é por isso que estamos presos à maya neste mundo material. Maya nos prendeu, e está nos dando dores e sofrimentos: nascimentos, mortes, velhice, doenças etc. Isso é só para que compreendamos que não podemos ser felizes neste mundo.

Não é possível sermos felizes fazendo planos materiais, ou tentando atender nossos desejos materiais, ou acumulando bens. Só podemos ser felizes neste mundo e no próximo, através do serviço à Suprema Personalidade de Deus, Krishna. Devemos cantar e lembrar Seus nomes sagrados e glórias.

Tradução: Madhukari Radhika devi dasi
Fonte: Pure Bhakti